© Todos os escritos aqui publicados são registrados na Seção de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional. A reprodução do conteúdo das páginas desse site em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico , será permitido mediante a autorização e citação nominal de Gustavo Dourado como sua fonte de origem.O Portal Gustavo Dourado observa a Lei de Direitos Autorais nº 9.610, de 19.02.98, do Governo Federal Brasileiro

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 11/04/2014

 
Programa Gilberto Amaral: Academia Taguatinguense de Letras
Final de tarde chuvosa e agradável, com cunhadas, cunhados e amigos no chá da amizade do Paulinho. Muito legal!
Gustavo Dourado e acadêmicos da ATL, com alunos da Secretaria de Estado de Educação do DF
70 anos de Nestor Kirjner
Diretoria da ATL
Gustavo Dourado no Fórum Mundial dos Direitos Humanos - FMDH
Gustavo Dourado fala na Escola Classe 10 de Taguatinga. Presença do poeta Ismar Lemes de Abreu
Solenidade da ATL - Posse do jornalista Gilberto Amaral e do Procurador Serra Azul
Entrega do Título de Acadêmico Honorário da ATL ao jornalista Gilberto Amaral
Gustavo Dourado - Presidente da Academia Taguatinguense de Letras com o Governador do Distrito Federal, Brazil, Dr. Agnelo Queiroz na inauguração do CILT - Centro Interescolar de Línguas, em Taguatinga
Gustavo Dourado autografou gratuitamente centenas de livros para estudantes e professores presentes à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.
GD Rapadura Literária
I Bienal Brasil do Livro e da Leitura - Gustavo Dourado autografa para Cilsa Bsb

 


REDES SOCIAIS

E-BOOK










GUSTAVO DOURADO 53 ANOS



Reconhecimento
O escritor Gustavo Dourado comemorou aniversário em 18 de maio, muito feliz, especialmente pelo reconhecimento de seu trabalho como poeta por várias instituições, como a Unesco e a Academia Brasileira de Letras (ABL) que destacou seu cordel para Machado de Assis como "uma bela obra literária". A poesia de Gustavo Dourado é objeto de estudo em várias universidades no Brasil e exterior.
(Texto: Jornalista Maria Félix Fontele)


Gustavo Dourado 1984

Gustavo Dourado. 53 anos...
www.gustavodourado.com.br


Notícias: www.gustavodourado.com.br/noticias.htm
Poesia: www.gustavodourado.com.br/poesia.htm
Cordel: www.gustavodourado.com.br/cordel.htm
Entrevistas: www.gustavodourado.com.br/entrevista.htm
Biografia: www.gustavodourado.com.br/biografia.htm
Bibliografia: www.gustavodourado.com.br/bibliografia.htm
Artigos: www.gustavodourado.com.br/artigos.htm
Imagens: www.gustavodourado.com.br/galeria.htm

Gustavo Dourado, poeta da reinvenção e da magia. Seu universo pujante e criativo é desvendado página a página, com palavras que jorram sons e cores, matéria prima da imaginação.
Conhecedor profundo de nossa língua e de obras dos imortais Guimarães Rosa, Mário Faustino, Euclides da Cunha, Castro Alves, dos repentistas Cuíca de Santo Amaro, Zé de Duquinha, Cego Aderaldo e Zé Limeira, sem falar nos modernistas, faz uma junção básica do popular, do erudito e do concreto.
Ao inspirar-se, costuma beber em fontes glauberianas e torquatianas. Não é à toa que dedica dois poemas a Glauber Rocha e um belíssimo cordel a Torquato Neto. Sua magia vem também de leituras de Jorge Amado, James Joyce e de Baudelaire. Assim, o poeta lança um olhar sobre o futuro, transcendendo, com sua obra, os muros do lugar comum. E o resultado não poderia ser outro: versos que primam pela inventividade, versatilidade e ineditismo.
Em "Guimã-Rosa", por exemplo, faz uma exaltação à língua portuguesa e aos inventores da linguagem quando diz: "Língua! Por(tu)guesa errante, lusídica rosa personalizada/experimentalizo la langue nas ancas filológicas do verso...Guimã-Rosa do povo/Cobra, Cabral Macunaíma".
Suas palavras brotam cores devido a forte influência das artes visuais. Fez, inclusive, parcerias com os artistas Toninho de Souza, Zé Nobre, Sabino Costa, Delei, Edgar Santana, Jorge Braga, Regina Ramalho e alunos-pacientes do Sarah.
Contrário às profecias do caos, rebate essas idéias de forma peculiar com "homonovo" e ponteia: "O novo homem surgirá dionisíaco/poético-sensual/consciente rítmico/homem performático, bailarino sideral/surfista alquímico da palavra." Mas é cruel quando fala de nossas instituições políticas, uma herança da geração panfletária e engajada e deixa escapar a constatação: "O Brasil quem U.$.A sou E.E.U.U.".

Maria Félix Fontele. Jornalista e Escritora.


CONFIRA MILHARES DE DEPOIMENTOS SOBRE UM DOS MAIORES CORDELISTAS E COMPREENDA A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DE GUSTAVO DOURADO NA VIDA DE MILHARES DE PESSOAS, DESDE ESTUDANTES ATÉ ESCRITORES CONSAGRADOS. VEJA FORTUNA CRÍTICA


.: ACESSO RÁPIDO :.

Artigos
Bibliografia
Biografia
Blogs
Carnaval
Colunas
Cordel
Entrevistas
Fortuna Crítica
Fotos - GALERIAS DIVERSAS
Fotos - GALERIAS ESPECIAIS
Links de Gustavo Dourado
Notícias
Poesia
Prêmios e Logos
Vida Acadêmica
Vídeos

.: DIVULGAÇÃO :.

Banners
Cordelinks
Links Sobre Ufologia
Links Diversos
Poesia Colaboradores

.: FAMILIARES :.

Elias Fontele Dourado
Gustavo Fontele Dourado
Maria Félix Fontele
Yon Dourado

.: GUSTAVO DOURADO :.

AVSPE
Brasão Família Dourado
Cônsul Poetas del Mundo Brasília
Orkut
Webdomadário

.: CONTATO :.

Livro de Visitas
Livro de Visitas (Antigo)
E-mail

Dê uma nota para o site!


 

Leia Gratuitamente

- Brasília 5.0 (clique na capa para ler gratuitamente)


www.gustavodourado.com.br/Livro final Brasilia 5.0.pdf


..:: Reconhecido pela UNESCO ::..

UNESCO Libraries Portal

www.gustavo.dourado.googlepages.com/
www.linkeratura.cjb.net/


..:: DESTAQUE ::..

Música
- Brasíliada (Letra: Gustavo Dourado | Música: Anand Rao)

- Direitos Autorais - exclusivo:

Escritor reclama direitos autorais à Folha de S. Paulo
O escritor Gustavo Dourado reclama junto a um dos maiores jornais do país, pelo reconhecimento à legitimidade de frase de sua autoria publicada pelo veículo. Leia mais...

http://www.overmundo.com.br/overblog/o-brasil-quem-usa-sou-eeuu


.: LEIA :.















 






Elabora Sites - Veja como é fácil ter sua página na internet!

Seguimos a política anti-spam. Se não quiser mais receber os nossos informativos, envie um e-mail com o assunto remover ou clique aqui.